MAIS QUE UM FAST FOOD, UMA EXPERIÊNCIA SABOROSA NA HORA DA REFEIÇÃO.

O PARMEGGIO

Uma trajetória recheada de sabor e sucesso.

Desde o princípio atendemos cerca sete mil clientes ao mês.” Sergio Olmos

A história do Parmeggio começa no ano de 2003, na cidade de Campinas (SP), com a parceria dos empresários Marcelo Rocha e Sergio Olmos, que possuíam uma expertise de mais de 25 anos no ramo de restaurantes fast food e foram buscar inspiração em uma deliciosa receita de origem italiana para batizar o seu novo empreendimento: as deliciosas parmegianas!

Pensamos nesse nome justamente por causa do prato que é uma de nossas especialidades: o tradicionalíssimo bife à parmeggiana, acompanhado de arroz com fritas ou fettuccine, feito de acordo com a tradicional receita italiana.” Sérgio Olmos

Os pratos oferecidos logo conquistaram o paladar do público e, assim, o cardápio ganhou novas opções, com deliciosos lanches, beirutes e tábuas de porções com farofa e fritas, que se tornaram uma ótima pedida para os happy hours e refeições noturnas.

“O Parmeggio também é especializado em grelhados, e tem como carro-chef o contrafilé especial, ovacionado pelos clientes em nossas mais de 80 lojas espalhadas pelo Brasil.” Marcelo Rocha

A repercussão foi tanta que, em 2007, a empresa deu mais um importante passo nos negócios e fundou a rede Parmeggio Franquias, inaugurando novas lojas em outras cidades e iniciando a sua expansão pelo país, garantindo a padronização do seu modelo de excelência e assegurando a todos os seus públicos uma experiência única de sabor.

O segredo de tanto sucesso? Uma receita simples que reúne ingredientes cuidadosamente selecionados, atendimento rápido e eficiente, um menu diversificado e uma porção generosa de paixão pelo trabalho realizado.

Venha conhecer as delícias do Parmeggio e comprove!

COMPROMISSO PARMEGGIO

O Parmeggio compromete-se publicamente a não permitir a utilização de ovos (processados e in natura) de galinhas confinadas em gaiolas em toda sua cadeia de suprimentos e completará a transição até no máximo 2025.